sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Seu beijo era um cálice

Transparência de vidro
Delicadeza cristalina
Seu beijo-batida-de-fruta
O doce olhar de menina
Amava quando amanhecido
Molhava minha pele e os lábios
Deu-se para minha`ventura
Saliva, sonhos afogados
Selou a boca comigo
Beijo molhado, afagado, bonito
Tinha gosto de vinho tinto.

Seu beijo era um cálice
Calei-me então
Brindamos os lábios
Perdemos o chão.