terça-feira, 12 de junho de 2012

Tinha-me por entre os dedos, quando escorria pelas garras de cruel felina o sangue de minhas costas, ombros e braços. Tinha-me em pedaços, no encontro dos dentes quando gemia por baixo de mim, a adentrar com a língua no contorno de seus lábios grossos. Tinha-me dentro dela, no entrelaçar das coxas firmes de predadora, rendeu-me pela volúpia. Um calor incomum, dos lábios gelados vinha aquela viscosa língua que me percorria o cangote desafiando o autocontrole. Por entre as coxas não tive escolha, nenhum animal é tão cruel a ponto de não ter um ponto fraco: entrego-me ao que me envolve feito armadilha, armada e preparada...infiltrada no comum. Eram gestos bruscos e uma expressão de vadia, entregue. Assim dizia ser minha. O encaixe dos corpos prometia sermos um do outro, e todo o romantismo que insistia em desabrochar estava sendo devorado pela erupção dos nossos desejos, pela pele fervendo e buscando, a latejar, um espaço em minha boca, pronta para  me cobrir a cara por aquele desenho maravilhoso onde perdi as palavras, os sentidos, a língua, onde bebia aquela mulher em um cálice de algo doce e divinamente saboroso. Neste momento veio-me uma melodia onde sinto as cordas do desejo, minha língua dedilha a harpa dos sentidos fazendo vibrar o ventre sobre o meu corpo. Suor quente, seu respirar completa a sinfonia dando a largada para as mudanças de acorde onde me faço maestro, coordeno os instrumentos que estão perfeitamente afinados, as expressões da platéia que me assistia de cima a baixo davam maestria ao meu ego. Assim saciou-me, assim deu-me de beber e lambuzou-me a cara e o peito, a despejar aquela magnífica escultura feminina dos pés à cabeça sobre a cama. Sua vez de devorar-me pelos olhos, bastava um olhar e tinha-me para dentro dela. Tinha-me pelas coxas-unhas-pés-seios-voz e nádegas, fugaz perdição! Um cheiro e um jeito viciantes, perigosos, alucinantes e descaradamente perversos. Meu brinquedo. Minha fome. Fantasia minha.

Em parceria com Vinicius Eros:
www.viniciuseros.blogspot.com