quinta-feira, 28 de julho de 2011

Hoje - eu juro - agora mesmo eu poderia tatuar seu nome no braço de direito (como se eu fosse capaz) para eu nunca esquecer (como se isso fosse possível).