quarta-feira, 16 de março de 2011

Os 13 mandamentos do amor

Você me promete deitar na grama um dia
Com vista pro horizonte 
Um colo sincero e afago nos cabelos?
Você promete brincar de adivinhar formas nas nuvens
E que só isso vai fazer com que eu diga
Que esse é o melhor dia da minha vida?
Você me promete não fazer tropeçar em nenhuma pedra
Se quiser me arriscar nas estradas dos seus olhos?
Você me promete arrancar a blusa em um dia de frio
Se eu fingir que preciso e que isso me esquenta 
Quando tudo o que eu quero é levá-la para casa 
Para dormir com seu cheiro?
Você me promete fazer sentir o seu toque na minha pele
Quando morrer de saudade
Mesmo que só pelas suas palavras?
Você me promete dizer mais vezes "eu te amo"
Do que "me desculpe"?
Você promete me fazer dizer 
Que não é necessário dizer mais nada?
E quando eu estiver bem quieta, faltando as palavras 
Brava, triste, ou nada disso
Você promete me dar um beijo?
E quando me beijar 
Você promete não reparar se eu abrir os olhos
Só para me atentar às suas expressões?
E promete também que você vai me apertar nos braços
Até machucar, mas só um pouquinho
Para eu ter certeza de que isso não é um sonho?
Você promete que quando estiver com raiva
Vai esperar o sol do novo dia antes de me dizer alguma coisa?
Você promete que se um dia
Nossos corações forem mais banhados de saudade
Do que de alegria 
Vamos inundá-los de esperança e de amor?
E que se você não tiver condições de prometer mais nada
Você vai me dizer
Que prometeria tudo isso de novo outra vez?