sábado, 5 de fevereiro de 2011

Está bem, você não pode falar comigo, eu vou entender. Se eu tivesse o poder de saber mais sobre tudo, me perderia na ansiedade de desvendar o quando, um porquê e o pra que. E se hoje você estivesse na minha frente, faria questão de te olhar para dizer que dói. Dói! Entende? Não quero uma distância de mais do que três centímetros...