sábado, 5 de fevereiro de 2011

Coadjuvante do amor

Não é questão de jogar fora as roupas velhas, de tirar do guarda-roupas o que já é usado. O que eu preciso é de um destino novo, amor, paz e TPM - e qualquer agonia que não seja a de degustar um romance pelas beiradas, a de estar sempre no acostamento, na beira da estrada, nas margens do amor.