sábado, 5 de fevereiro de 2011

Beijo de boa noite

Só por esta noite eu deixo
Meus versos chegarem no pé da sua cama
A saudade tarda em uma noite gélida
Entra desesperada pela janela aberta

Só por esta noite eu vou chorar
Pela alegria de ter te conhecido
Que supera a dor de ter nascido
Por você não me amar

Só por esta noite
Meus versos chegarão na ponta dos pés
E vão beijar-lhe os ouvidos com palavras doces
Vai esvair na sua face uma lágrima perdida
Que tem dona
E sou eu

Só por esta noite que nunca termina
Beijo-lhe a testa pelas palavras
E caio na cama em um conforto sóbrio
De poder te encontrar de olhos fechados

Só por esta noite eu quero
Que você acorde e me procure
Porque já revirei todos os cantos do seu quarto
E deixei bagunçada sua cama
É que a minha saudade é uma ventania
Que entra e me faz seguir ao seu lado
E parece querer me rasgar
Pulsando só - e que você desperte

Só por esta noite eu sonho acordada
E dormirei, repousada, com os olhos abertos
Para se caso você chegue eu decore
Quantos e quais sorrisos você teve no rosto
E assim declaro meu descanso eterno

(E se caso você não chegue
A porta ficará aberta
E eu quietinha, sofrida espero
- Como a insônia não permite que esta noite acabe
Que a vida passe
E eu morra mais
Do que já morri de ter esperado.)