sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Queria deitar e te abraçar em algum lugar alto de onde seja possível olhar as estrelas. Queria te dar um amanhecer pleno. Queria te presentear com rosas brancas, te dar as mãos, te cantar uma música, te morder para não machucar. Queria te dizer tantas palavras como as que me faltam quando você me encara. Você é doce. Sua voz é doce. Seu jeito é doce e eu queria despertar entrelaçando os dedos entre os seus cabelos e tentando adivinhar seu sonho. Queria só uma certeza, mas eu juro me contentar se você me der uma verdade.