terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Quatro guizos

Por trás dos meus olhos há você
E eu me encontro
Quando converso com alguém
E nos olhos desse alguém
Eu me monto

Procurando um gesto seu
A expressão, o seu sorriso
E até mesmo um ateu
Acharia o paraíso
Iria crer que existe Deus
Nos meus olhos vendo os seus
São quatro guizos

Por trás dos meus olhos
Encontro perdido
O abraço apertado
Que eu não te dei
Por trás dos meus olhos
Há aquele vestido
E as roupas amassadas
Que eu não lavei
Guardando o meu perfume
Que deixei em você
E um último abraço dado
Guardam um fio de cabelo
Um sinal seu
Guardam um coração inteiro
Que metade é meu

Por trás dos meus olhos
Pode estar o seu futuro
Por trás dos seus olhos
Pode haver um nascituro
E uma vida eu geraria
Para provar que eu viveria
Tantas vidas ao seu lado
E sorrindo choraria
Revivendo esse passado

Por trás dos meus olhos
Te ofereço flores e carícias
Uma briga de ciúme
Surpresas e malícias
Te ofereço a minha vida
Para fazer o que quiser
Eu te dou a alegria
Temperada e de colher...