sábado, 25 de dezembro de 2010

Mas, se tudo der certo, quero ser a segunda pessoa mais feliz do mundo. A primeira será você. E se não der, luto com todas as forças, ou você me encontra daqui a quinze anos. Estarei te esperando no mesmo lugar. Com a mesma graça no sorriso, a mesma meiguice no olhar, com o mesmo brilho nos olhos e, no coração, aquele velho amor, aquela antiga certeza. Você fica. Você ficou...