segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

30 pecados

Ah
Quanto tempo terá que passar
Para que eu te esqueça?
Quantos milagres terei que clamar
Para que te mereça?
E quantos amores vou ver passar
Na sua vida?
Quantos abraços você vai me dar
De despedida?
Por que eu não consigo dizer
Que te amo?
Por que se alguém me toca
É você que eu chamo?
Quantos dias me restam aqui
Para sofrer?
Vendo a vida passar e nada me levar
De você

Ah
Quantas vezes vou ter que mentir
Para te poupar?
Quantas lágrimas vou ter que engolir
Para não te preocupar?
Quantas frases dispersas usei
Para chamar sua atenção?
Quantas flechas eu já atirei
Tentando acertar seu coração?
Quero ser a imensidão
De um amor profundo
Que não encontra razão e nem há
Maior no mundo
Quantos lábios você vai beijar
Para chegar nos meus?
Quantos braços terei que suportar
Fingindo ser os seus?
Quantos versos você vai ter que ler
E o que vai pensar?
Quantas pessoas passarão por você
E não vão te dar
Metade desse grande e louco amor
Que eu sinto
Quantas vezes seus olhos vão me prender
Em um labirinto?

Ah
Quantos detalhes e gestos
Ficarão marcados?
Por quantas vezes meus versos
Serão tocados
Até que você me deixe fazer
Tudo perfeito?
E acabe de vez com essa dor
Que esmaga meu peito
Quantos silêncios terei que aturar?
E isso me tortura
Quantas pessoas vou ouvir chamar
Meu amor de loucura?
Porque eles não entendem
Nada sobre um sentimento
Porque estar com você faz inesquecível
Qualquer momento
Eu te prendo, vigio, idolatro
Ao meu olhar
Quantos dias ainda vão passar
Sem levar
Cenas dos seus gestos e expressões
Que são sagrados?
Te olho e viajo para dimensões
De mundos mágicos

Ah
Quantos anos vão passar
E eu não vou esquecer?
Quantas lembranças trouxe da vida
A maior ainda é você
Quantos dias fazem
Desde a última vez que você me deu um sorriso?
Que anjo ouviu minhas preces
E fez você ter me aparecido?