quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Tristeza em dobro, por favor, dose dupla para salgar o dia. Lágrimas já me recebem com um caloroso "bom dia" mesmo sobre a cama, então aceito o mais intenso. Dizem por aí - otimistas cretinos - que nunca é tarde. Então há tempo, meu amor, ainda! Não quero te ver colhendo aquilo que plantou em uma época de chuva.