domingo, 26 de setembro de 2010

Me perdi entre as estações do ano. Me perdi. Você não sabe que tem alguém pensando em você. Não, você nem me conhece. Talvez, depois desse acaso, a vida nos desencontre sempre. Não vou te procurar para dizer coisas que você me fez sentir e não sei como, se tudo isso não faz, ao menos para mim, sentido algum. Será que você não pensa que aqui do outro lado pode ter alguém que não sabe te tirar da cabeça? Enquanto isso, busco trechos, enfeito os cabelos, ensaio dramas. Tudo isso para um dia me jogar na sua frente de novo, e marcar a sua pele clara com as mãos, de algum jeito louco. Você e esse sorriso me fazem voltar no mesmo sonho. Tocam algo - meus sentidos.A mesma música sem ritmo, dança sem par...