sábado, 7 de agosto de 2010

Você me deu a guerra, mas não as armas

Como você manda que eu lute por você, me jogando assim na guerra, se nem sequer me deu as armas? Eu vou de corpo aberto e alma inteira me entregar...
Seja o que o amor quiser.