quinta-feira, 29 de julho de 2010

E se eu soubesse que aquele abraço no quarto seria o último, eu dobraria a força de te abraçar e não te deixaria sair dali. Se soubesse que aquele beijo seria o último, eu teria te beijado não com mais vontade, porque isso é impossível, mas pra te tirar o fôlego e tentar mostrar pra você que não deveríamos sair dali. Se eu soubesse que nada disso voltaria pra mim em um outro dia, eu gastaria o dobro do tempo com você só pra te explicar, repetidas vezes, o quanto vai ser impossível tirar você da minha vida...