quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Eu Nunca Disse Que Não Te Amo

Eu nunca disse que não te amo
E eu prefiro nem dizer
O poeta que ama, ama o engano
E se falo de amor, só penso em te ter

Mas se perguntares um dia
Se eu não te amo, assim
Quero saber da tua alegria
Do teu sorriso que dói em mim

Não que sejas feliz
E a mim doa
Tão pouco eu te quis
E amei à toa

Mas que nunca eu te direi
Do amor que escondo aqui
E se digo que eu te amo
Não hás de saber o que sinto por ti

Eu nunca disse o quanto eu te amo
E eu prefiro nem dizer
O poeta que ama, ah, leviano!
Morre vivo de tanto viver.

Laura Vianna